22.11.02

Estou atualizando com mais frequencia o

Magno Rocha Blig

16.9.02

Minha vida virtual está tão caótica quanto a real, mas estou publicando com mais frequencia no www.magnorocha.blogger.com.br

5.9.02

PARABÉNS ANDREA

QUE NESTE ANIVERSÁRIO VOCÊ POSSA REALIZAR TUDO O QUE MAIS DESEJA. TE ADORO DEMAIS. FELICIDADES!
Criei meu endereço lá magnorocha
O blogger brasileiro é da globo

Como sempre a Globo à frente do tempo.

20.8.02

As coisas estão acontecendo

A Pró-Reitoria de Graduação confirmou minha presença no evento de sábado.

Me dei mal na prova de História da arte

Aula de Hardware tudo bem, última aula na quarta

Depois da capoeira fui tomar umas cervas e passei pela Praia de iracema. Um prostíbulo de luxo. Muitas mulheres bonitas, lindas, maravilhosas, deslumbrantes vendendo sexo, e nem tão caro assim. Mas é meio decadente o clima. Encontrei um artista plático um músico conhecidos meus.

18.8.02

x-bit laboratories
sem futuro

www.metrodate.com



Resolvi dar uma passeada pelo mundo novo web.



sites de busca

http://www.smartpages.com/

http://count.exitexchange.com/

http://www.dailylynx.com/






recursos web

http://www.x10.com/





servidores de blogs

http://www.livejournal.com/

http://www.edigest.com/hosting/

http://www.xanga.com/

http://www.fark.com/

http://www.pitas.com/

http://www.blogspot.com/

http://www.blogger.com/
Agora sou membro da Associação Brasileira de Webmasters e Webdesigners e da Associação Internacional de Webmasters e Webdesigners




Criei outro endereço: www.webmagno.cjb.net

visite >
Faria isso de graça, só pelo 'poder de fazer isso'
tivesse um laptop, tava lá mandando as fotos e as informações em tempo real
eu deveria trabalhar nuum jornal. Publiquei essa informação quase em tempo real. Antes das versões online dos jornais locais.
Start up, amigos, é só aqui no Blogger

Nelsinho Piquet vence no Euzébio, em Fortaleza. E de lá ele deve ir á casa do patrocinador, o Beach Park. Deve ser um dos últimos megalomaníacos da história. Aquele AquaPark é uma coisa de louco!

Ontem foi aniversário de Nelson Piquet, o pai do campeão de hoje.
Fiz besteira na hora de publicar a imagem sobre o cam girl
Vou ficar postando as imagens no blogwebmagno
Esse diretório é novidade: cam girl

0 comentários Links para esta postagem
Comentários sobre o filme Josie e as gatinhas

3.8.02

31.7.02

Quer blog legal?

blog do xico



O primeiro celular descartável (e totalmente reciclável) já está à venda nos EUA. A empresa Hop-On venderá o equipamento para CDMA, no sistema pré-pago, com créditos de 60, 90 e 120 minutos. O aparelho vem com fone de ouvido (veja ao lado) e será totalmente reciclável (o plástico é biodegradável).

quer mais?>
Além deste blog tenho outro que gosto muito que é o Carlos Magno, que é como este, mas diferente
Segundo dia de Fireworks MX na Infomar

Simplesmente revolucionário! Uma nova máquina de fazer websites de arte!
Absurdos contra a liberdade de expressão no RS

De acordo com o blog Don't believethe hype! de a Revista do Linux não pode mais circular no Estado do rio Grande do Sul

Em Judiaí um jornalista teve seu computador tomado por policiais à mando de um político local.

Para saber mais Don't believethe hype!

26.7.02

generico

teste copiados deste blog, que foram copiados de outros, que foram copiados de outros...


Que rótulo idiota te define como pessoa?


Que Banda Morta-Viva Você É?
Qual Apresentador Mala Você É?



Que acessório sexual você é?



Que grande personalidade de nosso tempo você é?

20.7.02

Essa coisa dos blogs

Estou ficando louco, alucinado. Ainda ontem tive a brilhante idéia de mostrar a duas recém amigas da faculdade o que eram os blogs, como funcionavam, por que a gente deveria fazer um trabalho sobre "consciência coletiva" tomando os blogs como objeto de estudo, etc. Até aqui tudo bem. Elas ( Ana Karla e Juliana ) que nunca haviam ouvido falar sobre WEBLOGS (pronucía-se uiblogs) me deram a cortesia de mostrar pela primeira vez um universo novo, sem precedentes imaginários até então. Empolgado com minha missão, ao ver o primeiro computador com acesso a Internet, fui logo pedindo licença e me logando. Resolvo, então, mostrar aleatóriamente um dos meus vizinhos "blogueiros". Para surpresa geral o link caiu na Coxinhas, que exibia logo de cara uma boca beijando um pênis de plástico muito parecido com um verdadeiro.Como é típico em situações como esta, tudo que eu falava para consertar, só pioravam as coisas. Tive que me calar, fechar o navegador e pedir desculpas. não sei qoe elas estão pensando de mim, mas deve ser algo perto de depravado, imoral, despudorado, sei lá. O blogs são realmente algo impressionante! Pelo menos acho que elas nunca mais vão esquecer o são esses tais Weblogs.
Coincidentemente encontrei uma matéria curiosa sobre blogs, vá lá: No mínimo:Zuenir Ventura

19.7.02

Jaguar, da Apple, será lançado em agosto

Quarta-feira, 17 de Julho de 2002 - 18h41

WebWorld


A feira Macworld Expo começou hoje (17/07) sua edição de Nova York e Steve Jobs, CEO da Apple, fez importantes anúncios que vão do lançamento do Mac OS 10.2 a uma versão para Windows do toca-MP3 iPod.
Jobs começou seu discurso de abertura da Macworld falando que hoje a Apple tem 2,5 milhões de usuários ativos do Mac OS X e que 77% dos novos compradores de Macs mantêm o OS X como principal sistema operacional. Para Jobs, 20% da base instalada terá feito a transição em 25 meses após o lançamento do que ele chamou de "o mais rápido sistema operacional que eles conhecem". Além disso, mais fabricantes de software portam seus programas para o OS X, como a Alias|Wavefront, que vai lançar o Maya 4.5 na Macworld; a Adobe, que lançou seu Photoshop Elements 2.0 para OS X; e a RealNetworks, que demonstrou o RealPlayer para o sistema das maçãs.

A grande novidade foi o lançamento oficial do Mac OS 10.2, conhecido como Jaguar. Com um CD com desenhos de pele de jaguar (com a pele feita pela Pixar, outra empresa de Jobs), a Apple diz agora ter se tornado a fornecedora número 1 de sistemas Unix no mundo. Segundo a Apple, o 10.2 tem mais de 150 novos recursos e melhorias em seu núcleo Unix.

As pastas automáticas do Mac OS voltam com o Jaguar, que também terá buscas integradas no Finder e as imagens de fundo de tela podem ser programadas para mudar em intervalos definidos pelo usuário. Além disso, o Sherlock chega à versão 3, definido por Jobs como "os serviços de Internet para o resto de nós". Ele demonstrou busca de ações nas bolsas, pré-visualização de filmes, páginas amarelas e outros recursos do Sherlock 3.

A aplicação de e-mail terá um novo filtro de "junk mail". Se uma mensagem indesejada chegar, o programa vai marcar aquela mensagem de marrom, por exemplo. E o Jaguar vem com a tecnologia Rendezvouz, que descobre automaticamente outros aparelhos em uma rede IP sem configuração necessária. Epson, HP e Lexmark já adotaram o Rendezvouz e vão colocá-lo em suas impressoras de rede. Nos Estados Unidos, o Jaguar vai custar US$ 129 e chega às prateleiras em 24 de agosto.

O fim do iTools
Em 30 de setembro, o iTools, ferramenta de serviços gratuitos da Apple como e-mail e disco virtual, vai acabar. Será substituída pelo .Mac, com recursos de Webmail, IMAP e POP, com o disco (iDisk) pulando de 25 MB para 100 MB que será "realmente rápido" no Jaguar. Os recursos de hospedagem de fotos do iPhoto vão continuar e um software de backup será adicionado, que vai funcionar com iDisk, DVD e CD-R. Além disso, a McAfee vai fornecer um antivírus. O problema é que as contas atuais serão canceladas se não fizerem o pagamento da taxa anual - US$ 99 para o primeiro ano, US$ 49 para usuários já existentes.

Para complementar o .Mac, Jobs falou sobre uma nova aplicação chamada iCal, que mostra diferentes calendários pessoais, de trabalho ou outras categorias, que será colocado na Web pelos serviços .Mac. Terá download gratuito, mas roda apenas no Jaguar.

Jobs também anunciou a versão 3 do iTunes, que tem listas de músicas "espertas", que funcionam por regras e tem um novo sistema para deixar todas as músicas no mesmo nível sonoro, o Sound Check. O download, só para OS X, já está disponível.

O complemento em hardware do iTunes, o iPod, teve os preços reduzidos lá fora. O modelo de 5 GB passa a custar US$ 299, o de 10 GB, US$ 399, e o novo modelo, de 20 GB, irá custar US$ 499. Os modeos de 10 GB e 20 GB têm poucas mudanças no design e ganham um controle remoto.

O iPod também ganha uma versão para Windows, feito em parceria com a MusicMatch. São os mesmos modelos com o mesmo preço, mas só chegam ao mercado em agosto, "porque queremos cuidar dos usuários de Mac primeiro", disse Jobs.

"É o começo de algo muito grande, o iSync", afirmou o CEO da Apple. Ele se referia a um programa que mostra todos os aparelhos conectados ao Mac, incluindo a nova geração de telefones celulares e PDAs que estão ao lado do iPod na categoria de aparelhos para o "hub digital" da Apple.

Segundo a empresa, o iSync permite examinar cada aparelho e dizer ao programa como sincronizar os dados entre eles utilizando o SyncML, um padrão aberto para sincronizar dados. Com o .Mac, será possível sincronizar dados entre Macs em casa ou em qualquer lugar. O iSync estará pronto para download apenas em setembro.

Steve Jobs ainda falou do lançamento da versão de um iMac com monitor de 17 polegadas e resolução de 1440 por 900 pixels em um G4 de 800 MHz, 256 MB de RAM, HD de 80 GB e SuperDrive. "A Apple vai investir e inovar durante essa crise econômica", disse Jobs. "O Mac é mais do que uma máquina só para fazer tabelas e textos."

14.7.02

Estou cançado, vou dormir
Grupo encontra crânio de hominídeo mais antigo






Um hominídeo que viveu na região do Chade, na África Central, entre seis e sete milhões de anos atrás, é o mais novo patriarca da família de primatas que deu origem ao homem.

Uma equipe de pesquisadores de dez países encontrou um crânio, um fragmento de mandíbula e três dentes da nova espécie, que recebeu o nome científico de Sahelanthropus tchadensis , que significa Homem do Sahel chadiano. Além disso, seguindo uma tradição de dar nomes comuns aos seus achados, os pesquisadores batizaram o crânio de Toumaï, palavra de um dialeto da região que significa "esperança de vida" e que identifica as crianças nascidas pouco antes da época de seca. O estudo que descreve o fóssil sai na edição desta quinta-feira da revista científica "Nature".

A descoberta de Toumaï está causando euforia entre os cientistas. É que há pouquíssimos outros elementos remanescentes da época em que ele viveu. Os cientistas já sabem que há dez milhões de anos atrás o mundo estava cheio de macacos, e que há cinco milhões já se encontravam alguns de nossos antepassados. Entre essas duas eras, a linhagem humana separou-se da linhagem dos chimpanzés e ganhou vida própria. Mas até hoje, explicar quando e de que forma isso aconteceu permanece um dos maiores problemas não resolvidos da paleoantropologia, ciência que se vale dos fosséis para estudar o aparecimento da raça humana.

O novo crânio mostra que a separação entre chimpanzés e humanos ocorreu muito antes do que especulavam os cientistas. Toumaï tem características humanas, como dentes menores – especialmente os caninos – e um rosto mais curto. Mas sua caixa craniana é similar às dos símios. Para alguns cientistas, estas características podem ser uma importante argumento conta a idéia de evolução linear – ou seja, de que existiu um descendente comum a chimpanzés e homens, que deu origem a nossa espécie. Os defensores desta visão acham que características humanas devem ter aparecido, em momentos e lugares diferentes, em diferentes grupos de hominídeos.

Um estudo complementar, também publicado nessa edição da "Nature", procurou determinar quais espécimes de animais pré-históricos conviveram com Toumaï. As escavaçõs mostraram que ele dividia as então úmidas terras da África Central com elefantes, antílopes, hipopótamos e antepassados do cavalo. No total, mais de 700 restos foram localizados perto do local onde foi desenterrado o crânio do hominídeo. Atualmente, o interior do Chade é em grande parte uma região desértica.
Descoberto no Chade o mais antigo fóssil de hominídeo

Conheça outras espécies da família humana
Caveiras errantes

Considerados “patrimônio histórico”, os restos mortais de Lampião e os de seu bando ficam sem destino

Os cangaceiros Lampião e Maria Bonita passaram anos perambulando pelo sertão, até ser cercados e executados pela polícia. Os dois, porém, ainda não puderam descansar em paz. A cabeça de ambos, única parte que sobrou dos cadáveres, continua sem sepultura. Há algumas semanas, os crânios foram transferidos de Salvador para Aracaju, onde estão sob os cuidados de uma neta de Lampião e Maria Bonita, Vera Ferreira. Na capital baiana restam outras dez cabeças de cangaceiros, acomodadas em caixas de madeira nas quais se lêem nomes lendários, como Corisco, Zabelê, Canjica e Azulão.
As caixas estão em dois gaveteiros do Cemitério Quinta dos Lázaros e a discussão sobre que destino dar a elas veio à tona depois de uma inundação. “Essas cabeças são patrimônio histórico e estão correndo risco”, diz o pesquisador Lamartine Lima, perito do Instituto Médico-Legal (IML). “As famílias dos cangaceiros precisam decidir logo o que farão com elas.”

Na última vez em que as caveiras do bando de Lampião foram notícia, em 1969, deu-se um grande debate nos meios intelectuais e nos botequins baianos. Na ocasião, estavam expostas em prateleiras no IML. O filho de Corisco, o economista Sílvio Bulhões, achava aquilo mórbido demais e liderou um movimento pela transferência dos restos mortais para um cemitério. Conseguiu. Desta feita, é o cemitério que quer se livrar das dez caixas, pela falta de condições de conservação.

A pesquisadora Vera Ferreira encarregou-se de resgatar a cabeça de Lampião e Maria Bonita. Ela pretende montar em Aracaju o Museu do Cangaço. “Lá, entre outras coisas, vou construir um memorial, onde meus avós enfim terão uma sepultura decente”, diz. Enquanto isso não acontece, os crânios permanecem em lugar não revelado. Vera teme que sejam roubados, como ocorre periodicamente com a lápide do cantor Raul Seixas.

Virgolino Ferreira da Silva e seus homens foram mortos em 1938 por uma volante, uma tropa especial da polícia, na Grota do Angico, um esconderijo perto da divisa entre Sergipe e Alagoas. Alguns cangaceiros, como o pernambucano Lampião, foram mortos à bala. Outros, como a baiana Maria Bonita, foram degolados vivos. Os corpos decapitados foram enterrados em covas rasas, no meio da caatinga. Para mostrar a eficiência do combate ao cangaço, a polícia saiu em excursão pelo país exibindo a cabeça dos bandoleiros.

Depois da turnê, as caveiras acabaram no IMLde Salvador. Foram utilizadas numa pesquisa que procurava comprovar a teoria do médico italiano Cesare Lombroso segundo a qual é possível identificar personalidades criminosas a partir das feições e do formato do crânio. Aos historiadores e à comunidade médica agradaria que fossem transferidas para o Museu Etnográfico. O problema é que o museu fechou.

TIAGO CORDEIRO, DE SALVADOR

1.7.02

É PENTA. É PENTA, É PENTA, É PENTA, É PENTA CAMPEÃO MUNDIAL DE FUTEBOL!!!!
"TODO MUNDO TENTA MAS O BRASIL É PENTA"



É muito bom fazer um blog. Adoro isso! É simplesmente fantástico!

28.6.02

Curso de Hardware

Que inusitado!
Meu pai resolveu pagar um curso de hardware pra mim, e para minha surpresa ainda maior, para ele também. estamos juntos numa sala de aula com um professor mais novo que nós. É ilário! E o curso está ótimo e melhorando.
Psicologia Social e Psicologia Comunitária

Demorou mas começou. Esta semana iniciaram as aulas destas disciplinas. Em psicologia comunitária estamos vendo o filme "O ovo da Serpente". Comentários no cinematografus na próxima semana.
Semiótica e História da Arte

Com medo de não haver as disciplinas da Psicologia que me matriculei, acrescentei Semiótica e História da Arte. Não poderia ter feito melhor. São ótimas disciplinas, com destaque para História da Arte. Fantástica a escultura e arquitetura gregas!

18.6.02

Estourada

Minha conta está estourada. É um problema. Ontem tive que subir no muro da vizinha ir para o telhado da minha casa para poder entrar. O ferolho no portão caiu na hora em que fechei o portão quando saíamos de casa. Na volta fiquei com o Iago sentado no batente e passeando pela casa dos vizinhos. Fiquei morrendo de pena do Iago. Preferiu ficar comigo e depois perguntou: "cadê o carro papai?". Todos os dias eles apontam fuscas nas ruas e perguntam cadê o meu?
Revista Digital Design

AUTODESK LANÇA INVENTOR R5


A Autodesk anunciou o lançamento do Inventor R5, a mais nova versão do software de design mecânico em 3D, vencedor de prêmios e alicerce da solução de manufaturas da Autodesk. Com capacidade de maximizar o valor dos dados existentes no AutoCAD e Autodesk Mechanical Desktop, o Autodesk Inventor R5 oferece às indústrias de manufatura a transição mais fácil do 2D para o 3D.
Com este lançamento, a empresa disponibiliza agora à seus clientes uma completa solução de manufatura, com produtos de design, serviços de colaboração, parceiros de negócios e serviços de assessoria, resultando numa melhor comunicação e melhor eficiência para os clientes. Com mais de 200 novas melhorias neste lançamento, os clientes irão beneficiar-se de avançada anotações de desenho, inovadora tecnologia "adaptiva", excepcional performance em grande assemble, aumento de produtividade no dia, e integração com o serviço "Autodesk Streamline", permitindo-os de se beneficiarem dos dados de design digital fora do departamento de design.
"O Autodesk Inventor mudou completamente o processo de design em minha empresa. Antes de eu começar a usar o Inventor, fazia de 15 a 20 diferentes protótipos para cada autofalantes . Os protótipos eram usados inteiramente na companhia para obter realimentação nas mecânicas e cosméticas dos produtos", explica Bill Hasbrook, engenheiro de acústica na Phoenix Gold, uma empresa líder mundial de acessórios áudio e eletrônicos para carros em Portland, Oregon. "Utilizando o software Autodesk Inventor, nós eliminamos o custo de protótipo. Posso agora modelar todas as partes tanto como cosmeticamente como mecanicamente antes de gastar um centavo em instrumentação, o que é uma enorme economia de custos."
"Eu tenho trabalhado com o Autodesk Inventor desde seu lançamento inicial e aprecio as novas características e os avanços contínuos que vêm com todo novo lançamento", conta Jeffrey F. Theut, engenheiro em aplicações CAD na empresa líder em design e engenharia J.S. McNamara. "O Autodesk Inventor R5 tem upgrades que foram muito bem pensados. As novidades mais interessantes são algumas das coisas que nós mais precisávamos e pedíamos, a inclusão da Projeção Associada Sketch, Hole Chart, e uma API mais aberta. Tudo para facilitar a vida dos usuários".
O software Autodesk Inventor R5 fornece ainda a melhor compatibilidade com DWG, um dos formatos de desenho mais populares do mundo - usado por arquitetos, engenheiros, designers mecânicos, que permite compartilhar documentos de todos os tipos. Importa e exporta arquivos compatíveis rapidamente, fornece um preview interativo do arquivo de desenho selecionado para tradução, permite importação/exportação de camadas AutoCAD, e traz ferramentas especiais para ajudar os usuários a converterem esses dados para blocos de título, bordas, símbolos, ou novos design3D. Além disso, os usuários do Autodesk Mechanical Desktop podem migrar desenhos em 3D do Inventor ou manter seus desenhos 2D.
O Autodesk Inventor continua a evoluir sua facilidade de uso e habilidade de oferecer uma produtividade num único dia com fluxo de trabalho otimizado, gráficos de borda principal, e Sistema de Suporte de Design expandido com tutoriais contexto-sensitivos, e acesso direto aos experts da indústria através do seu portal online, Autodesk Point A, e dos seus recursos de aprendizado e treinamento. "Este novo lançamento consolida o software Autodesk Inventor como o sistema líder em design 3D", argumenta Robert Kross, vice presidente da Divisão de manufatura da Autodesk. "Junto com as soluções de nossos parceiros e o Autodesk Streamline, esta é a mais completa solução no mecado hoje"

16.6.02

Voce conhece a tecnologia Bluetooth?

15.6.02

13.6.02

JOSÉ SIMÃO

McZebra Feliz: picanha argentina em pãozinho francês!


[13 Junho 00h25min]

Buemba! Buemba! Macaco Simão urgente! O braço armado da gandaia nacional. Rumo ao Tenta! Direto da Cópula do Mundo! Tô completamente zumbi! Continuo de jet lag. E com o meu pijama listrado em homenagem às zebras. Tivemos duas alegrias nesta Copa: França e Argentina. Já podemos nos considerar vencedores!

E agora o grande hit no Brasil é o McZebra Feliz: picanha argentina em pãozinho francês. E o cúmulo da zebra é dançar O Último Tango em Paris! Congraçamento de zebras! Zebras portenhas dançam o último tango em Paris. E sobrou até pro namorado da Marta! Duro deve estar sendo pro namorado da Marta. Que é franco-argentino. Rarará!

E um amigo meu disse que teve duas alegrias e uma tristeza: ''A França saiu à francesa, a Argentina caiu do Cavallo e eu bati o meu carro num carro da Polícia Federal''. E como ele conseguiu encontrar um carro da Polícia Federal? ZEBRA! Encontrar um carro da polícia é zebra; bater num carro da polícia é outra zebra. Zebra dupla!

E o Galvão Magdo Bueno virou zoófilo. Tá tendo orgasmos cívicos sexuais com zebra! E o Batistuta até pra chorar faz pose. Primeiro arruma o cabelo e depois chora. E um amigo meu disse que nós torcemos contra a Argentina porque ela é inimigo natural!

E eu gosto muito desta manchete: ''Argentina volta pra casa''. Sendo que a maioria não volta pra casa porque joga na Europa e a minoria não volta pra casa porque pulou o muro da embaixada do Azerbaijão. Pediram asilo-sobrevivência. Sorte dos franceses, que voltaram pra Paris. Já imaginou ter que voltar pra Argentina? Não chores por mim, Argentina, que hoje é tu na latrina!

Brasileiro tá ficando muito vingativo. A derrota da França é a vingança de 98. E a derrota argentina é a vingança desde sempre. E adorei a manchete: ''França joga com a corda no pescoço''. Sendo que todo mundo sabe como se chama pescoço em francês. Rarará!

E um leitor da Austrália me disse o seguinte: ''Eu não sei se é o Galvão que é exagerado ou se é o narrador aqui da Austrália que é monótono. O narrador australiano narra o gol como se fosse lateral, e o Galvão narra lateral como se fosse gol!''. É a Cópula do Mundo! Arrepenta, Brasil!

E o Lulalelé é meio doido. Indignado com as declarações do Soros, ele disse: ''O governo devia mandar o Soros calar a boca''. Ele não sabe que o empregado do Soros é diretor do Banco Central!? O Armínio Naufraga é embaixador da Soroslândia! Hoje só amanhã. Quem não tem óculos escuros usa colírio alucinógeno. Acorda, Brasil! Que eu vou dormir!
Acabou o jogo em Suon
Brasil 5 X 2 Costa Rica
Vamos at[e 49 min, temos 4 min de acrescimo
Esta é a primeira vez desde a final da Copa de 58 que o Brasil marca cinco gols numa partida.
uuuhhhhh

38 minutus
Artilharia agora

5 gols


Klose Alemanha


4 gols


Tomasson Dinamarca


3 gols


Raúl Espanha
Vieri Itália
Pauleta Portugal
Bouba Diop Senegal


2 gols


Wilmots Bélgica
Rivaldo Brasil
Ronaldo Brasil
Hierro Espanha
Morientes Espanha
Robbie Keane Irlanda
Inamoto Japão
Cuevas Paraguai
Larsson Suécia


1 gol

Fortune África do Sul
McCarthy África do Sul
Nomvethe África do Sul
Radebe África do Sul
Teboho Mokoena África do Sul
Ballack Alemanha
Bierhoff Alemanha
Bode Alemanha
Jancker Alemanha
Linke Alemanha
Schneider Alemanha
Batistuta Argentina
Crespo Argentina
Van der Heyden Bélgica
Roberto Carlos Brasil
Ronaldinho Gaúcho Brasil
Eto'o Camarões
Mboma Camarões
Ahn Coréia do Sul
Hwang Coréia do Sul
Yoo Coréia do Sul
Gomez Costa Rica
Parks Costa Rica
Wright Costa Rica
Olic Croácia
Rapaic Croácia
Rommedahl Dinamarca
Delgado Equador
Acimovic Eslovênia
Cimirotic Eslovênia
Mendieta Espanha
Valeron Espanha
Mathis Estados Unidos
McBride Estados Unidos
O'Brien Estados Unidos
Beckham Inglaterra
Campbell Inglaterra
Breen Irlanda
Duff Irlanda
Holland Irlanda
Suzuki Japão
Blanco México
Borgetti México
Torrado México
Aghahowa Nigéria
Arce Paraguai
Jorge Campos Paraguai
Santa Cruz Paraguai
Beto Portugal
Rui Costa Portugal
Karpin Rússia
Titov Rússia
Diao Senegal
Fadiga Senegal
Alexandersson Suécia
Anders Svensson Suécia
Bouzaiene Tunísia
Emre Turquia
Hasan Sas Turquia
Darío Rodriguez Uruguai
Forlán Uruguai
Recoba Uruguai
Richard Morales Uruguai


contra

Agoos EUA (para Portugal)
Jorge Costa Portugal (para os EUA)
Puyol Espanha (para o Paraguai)




20 MINUTOS DA PRIMEIRO TEMPO
COM ESSE RESULTADO COSTA RICA EST[A FORA DA COPA E A TURQUIA PERMANECE
BRASIL 5 X 1 COSTA RICA
JUNIOR 16
GOOOOOOOOOOOOOOOOOOLL


5 x 1
4 para o Brasil
RIVALDO N[UMERO 10
GOOOOOOOOOOOOOOOOOOLLLLLLl!!
Mas a Costa Rica joga para permanecer na Copa
O jogo aperta para o Brasil
Levou gol o Brasil

3X2
COMEÇA O SEGUNDO TEMPO
GOLS 1º Tempo

COSTA RICA
39" Wanchope

BRASIL
Ronaldo 09"
Ronaldo 12"
Edmilson 37"

Costa Rica Estatísticas Brasil
14 Passes errados 27
7 Faltas cometidas 2
6 Desarmes 16
1 Jogadas de linha de fundo 2
1 Finalizações certas 3
7 Finalizações erradas 5
8 Escanteios a favor 5
1 Impedimentos 6
Bola em jogo total 26min55
eu quero ser um vencedor do show de gols

UM DOS MEUS FILHOS ACABOU DE ACORDAR E ESTÁ BRACHANDO PELA PORTA
SHOW DO INTERVALO
COPA DO MUNDO TÁ NA GLOBO
FIM DO PRIMEIRO TEMPO
Brasil - Títulos



Copa do Mundo - 1958, 1962, 1970, 1994
Copa América - 1919, 1922, 1949, 1989, 1997, 1999
Campeonato Mundial Sub-20 - 1983, 1985, 1993
Campeonato Sul-Americano Sub-20 - 1974, 1983, 1985, 1988, 1991, 1992, 1995, 1997, 2001
Campeonato Sul-Americano Sub-17 - 1988, 1991, 1995, 1997, 1999, 2001
Mundial Sub-20: 1983, 1985, 1993
Mundial Sub-17: 1997, 1999
Taça Bicentenário da Colonização da Austrália - 1988
Copa da Amizade - 1992
Copa Roca - 1914, 1922, 1945, 1957, 1960, 1963, 1971, 1976)
Taça Rodrigues Alves - 1922
Taça Bernardo O'Higgins - 1955, 1959, 1961
Minicopa - 1972
Copa do Atlântico - 1976
Torneio Bicentenário da Independência dos EUA - 1976
Taça Inglaterra-Brasil - 1981
Torneio Stanley Rouss - 1987
Taça Brasil-Argentina - 1923
Taça Rio Branco - 1931, 1932, 1947, 1950, 1967, 1968, 1976
Torneio Pré-Olímpico - 1968, 1972, 1976, 1984, 1988, 1996, 2000
Jogos Panamericanos - 1963, 1975, 1987
Copa das Confederações - 1997
Taça Oswaldo Cruz - 1950, 1955, 1956, 1958, 1961, 1962, 1968, 1976


Brasil - Colocações em Copas



1930 - Eliminado na primeira fase
1934 - Eliminado na primeira fase
1938 - 3º colocado
1950 - Vice-campeão
1954 - Eliminado nas quartas-de-final
1958 - Campeão
1962 - Campeão
1966 - Eliminado na primeira fase
1970 - Campeão
1974 - 4º colocado
1978 - 3º colocado
1982 - Eliminado na segunda fase
1986 - Eliminado nas quartas-de-final
1990 - Eliminado nas oitavas-de-final
1994 - Campeão
1998 - Vice-campeão


BRASIL 3 X 1 COSTA RICA
GOL DA COSTA RICA
DA COSTA RICA
O gol mais bonito da copa

DE VOLEIO DE EDMILSON
Dia-a-dia

Estou chato e resmungão. Procuro humor, e nada... dinheiro, e nada... não sei qual é o problema. Falta de dinheiro não pode ser, nunca tive. Acho que humor-negro é a salvação. É meio corrupto, é meio mal, mas é bem isso mesmo!
Dia dos namorados

Não dei nada a Andrea. Desculpe amor.
Cat


Este é o portal mais bem feito que conheço




produtos de merchandise

5.6.02

Zerivan

Novidades no Zerivan

30.5.02

Em breve resenhas sobre os filmes: "do inferno", "o dom da premonição", "homens de honra" e "os outros" no Cinematografus
Mário Lago morreu no Rio aos 90 anos

19.5.02

Celular


A Telefonia Móvel Celular é uma evolução dos antigos sistemas de comunicação via rádio, utilizados nos carros de polícia, bombeiros etc. Mas a baixa quantidade de canais e, portanto, o limitado alcance do sinal freavam seu crescimento. Com o tempo, as pesquisas tecnológicas buscaram elevar as frequências de operação. Em 1933, a Comissão Federal de Comunicações (FCC) autorizou a utilização de quatro canais experimentais na faixa de 30 MHz a 40 MHz, sendo esse uso regulamentado em 1938. Mas foi durante a II Guerra Mundial que o sistema proliferou. Todos os tanques, navios e aviões de guerra americanos receberam rádios FM. Graças a isso, toda uma estrutura industrial para produção do rádio FM foi montada nos EUA, tornando-se comercialmente viável. Em 1947, a Bell Labs apresentou o conceito da telefonia móvel celular.


17.5.02

Os livros mais lidos na Itália segundo Virgílio.com



» 1. Gabriel García Márquez - Cent'anni di solitudine
Il romanzo dei romanzi. Il "realismo magico" di una saga familiare che si snoda nel tempo.
[Themodernword.com ] in Inglese

» 2. Umberto Eco - Il Nome della rosa
Il giallo e il romanzo storico si incontrano. Dagli anni Ottanta, il romanzo italiano più letto.
[Virgilio Enciclopedia ]

» 3. Primo Levi - Se questo è un uomo
Il libro che continua a formare la coscienza civile e democratica degli italiani.


Cem anos de Solidão
Grabriel Gercia Marquez

O nome da Rosa
Umberto Eco

16.5.02

16/05/2002 - CEARÁ PARTICIPA DE MISSÃO ECONÔMICA NOS PAÍSES NÓRDICOS


O Ceará participa da Missão Econômica Brasileira dos Países Nórdicos, que acontece de 19 a 22 de maio, nas cidades de Oslo (Noruega), Helsinque (Finlândia), Estocolmo (Suécia) e Copenhague (Dinamarca). A missão, liderada pelo vice-presidente da República, Marco Maciel, terá rodadas de negócios, workshops com empresários e jornalistas, abrangendo áreas de prospecção de petróleo off-shore, energia hidroelétrica, gás natural, têxteis, pesca, calçados, implementos agrícolas, aqüicultura turística, floricultura, frutas tropicais e oportunidades de investimentos turísticos no nordeste.



O Estado estará representado pelas Secretarias do Desenvolvimento Econômico e do Turismo do Ceará. A Setur, a única da área no nordeste a comparecer o evento, estará oferecendo oportunidades de vôos charteres e investimentos turísticos no Estado. A Secretaria estará assinando em Helsinque uma carta de intenções visando o suporte para a operadora Aurinko Matkat, pertencente ao grupo Finnair a empresa aérea da Finlândia, que inaugurará em 1o de outubro o Vôo Helsinque-Fortaleza.



A programação de três dias em cada cidade, consta de rodadas de negócios e workshop. A Setur e a SDE estarão atendendo investidores na parte da manhã e a tarde apresentarão a palestra "É fácil vender o Ceará", com debate sobre as oportunidades de investimentos no Estado, ressaltando os hotéis e resorts já implantados nas praias cearenses. Durante a visita será lançado para o mercado europeu, o Praia Bela Resorts & Village, equipamento turístico a ser implantado na Praia do Presídio, que será construído com um conglomerado de investidores brasileiros e portugueses, com 08 hotéis com capacidade de 250 leitos, seis pousadas com 40 leitos cada.



Outra grande novidade da missão, na área de turismo, será o desenvolvimento do turismo voltado para a aqüicultura e para o ecoturismo, que está sendo implantado pela Embratur em todo Pais. O Ceará aposta nesse mercado já vislumbrando o grande potencial a ser criado com a conclusão do Castanhão, que possibilitará o aparecimento de cinco ilhas, que deverão ser objeto de investimentos hoteleiros e outros investimentos nestas modalidades de turismo.

Momentos únicos


Claridades de pensamentos súbitos
esperados milagres de glória inquestionável

15.5.02

blogs legais






vaitrabalhar



brazileirapreta




morfina



bricabraque



bondeandando



alexandrino




esses vão assim mesmo, se quiser terá que abrir outra janela


http://sistersodomy.blogspot.com/




http://www.xoxotacrew.cjb.net/


http://www.mundoperfeito.com.br/


http://www.bittersweetfeelings.cjb.net/


http://textoforte.blogspot.com/


http://www.alexmaron.com/


http://www.danielsansao.com.br/motocontinuo/


http://cinemacuspido.blogspot.com/
DESESPERO

Hoje enviei e-mails para diversos blogs, site de cinema, revistas diversas, liguei para amigos no jornal, escrevi artigos, e tudo para descobrir o inevitável. Não vai haver pré-estreia em Fortaleza.

10.5.02

ANSIEDADE

Ah, como gostaria de ir à pré-estreia do "Homem-Aranha"

"RITO DE PASSAGEM"

Hoje entrei para o clube dos formandos em Ciências Sociais da UFC. Minha orientadora, professora Alba Pinho de Carvalho, eu, com o projeto "Cristãos primitivos na era espacial: a coexistência de percepções distintas da realidade social".


Nada é tão difícil que seja impossível.

1.5.02

Time machine

assiti hoje. Muito legal.
Cade a criatividade

A tempos não me bate uma inspiração. Acho que ando preocupado.

13.4.02

TESTANDO WEB CAM

Recebi a primeira compra online significativa. E recebi antes do que previa. Pedi segunda a tarde recebi sexta de manhã.

11.4.02

INFOSOL

Começa hoje no Centro de Convenções
TÓPICOS ESPECIAIS EM SOCIOLOGIA VIII

TRABALHO E CAPITAL MONOPOLISTA

HARRY BRAVERMAN

1972


CAPÍTULO 9


MAQUINARIA

“... tal história crítica da tecnologia’ que Marx observou não ter sido escrita em seus dias, nem mesmo nossos, está em mais evidência...” pág. 162


“... O elemento fundamental na evolução da maquinaria não é a dimensão, complexidade ou velocidade de operação, mas a maneira pela qual suas operações são controladas (processadas)...” pág. 163


“... Todos os meus meios são lúcidos, meus motivos e objetivos são loucos...” pág. 178


“... A ampla gama e máquinas primitivas havia sido equipamento para fins gerais, adaptada não pra um produto em especial ou a uma operação especializada, mas para muitas operações diversas...” pág. 165

“... o controle sobre os processos mecânicos progride até que eles tornem cada vez mais automáticos, no escopo de um sistema de máquinas interligadas ou uma única máquina que abranja todo o processo produtivo e o dirija com intervenção humana grandemente reduzida.
A evolução da maquinaria a partir de suas formas primitivas, (...) pode assim ser relatada como um aumento no controle humano sobre a ação de ferramentas. Essas ferramentas são controladas, em suas atividades, como extensões dos órgãos humanos de trabalho, inclusive os órgãos sensoriais, e essa proeza é realizada por uma compreensão humana cada vez maior das propriedades da matéria – em outras palavras pelo aumento do controle científico dos princípios físicos...” pág. 167


“... A massa humana está submetida ao processo de trabalho para os fins daqueles que a controlam mais que para qualquer fim geral do ‘humanidade’...” pág. 167


“... além de sua função técnica de aumentar a produtividade do trabalho – que seria uma característica da maquinaria em qualquer sistema social - , a maquinaria tem também no sistema capitalista a função de destituir a massa de trabalhadores de seu controle sobre o próprio trabalho...” pág. 168

“... o notável desenvolvimento da maquinaria vem a ser, para a maioria da população trabalhadora, a fonte não de liberdade, mas escravização, não a de domínio, mas de desamparo, e não do alargamento do horizonte do trabalho, mas do confinamento do trabalhador dentro de um círculo espesso de deveres servis no qual a máquina aparece como a encarnação da ciência e o trabalhador como pouco ou nada...” pág. 169


“... Uma grande vantagem que podemos obter da maquinaria”, escreveu Babbage, “é o controle que ela proporciona da desatenção, indolência ou a desonestidade de agentes humanos...”
Nota de rodapé pág. 169


“... termo controle numérico advém do controle (em geral feito por um aparelho que lê uma fita perfurada) sobre os movimentos da ferramenta ou da peça por meios de números (por exemplo, 2.375 polegadas), que representavam distâncias ao longo de três eixos, e por meio dos quais a ferramenta pode ser guiada a qualquer ponto num sólido tridimensional...” pág. 170


“... A possibilidade de aplicação industrial generalizada desse como de outros sistemas de controle tornou-se realidade com a revolução eletrônica dos anos 50 e 60, que forneceram circuitos baratos e dignos de confiança como instrumentos de controle. Isto começou com o transistor, que a princípio simplesmente substituía a válvula a vácuo na base de um por uma. Já em 1960, porém, circuitos integrados combinavam transistores e outros componentes em delgadas peças de cristal de silicone, de modo que vieram a lume em larga escala circuitos integrados, desenpenhando funções de centenas de peças caras e volumosas, montadas em um único chassi...” pág. 171

“... A codificação de um trabalho é rapidamente completada quando separada da execução mecânica, e uma vez codificado ele nunca precisa ser analisado de novo: a fita pode ser arquivada e usada sempre que se quiser fabricar de novo a peça...” pág. 172

“... Vemos aqui mais uma vez o princípio de Babbage, mas agora aplicado em uma revolução técnica. O processo tornou-se mais complexo, mas este está perdido para os trabalhadores , que não sobem com o processo, mas se afundam debaixo dele. Exige-se de cada um desse trabalhadores que conheçam e compreendam não mais que o trabalhador isolado de antigamente, mas muito menos...” pág. 173


“... A gerência é assim por vezes obrigada a contentar-se em esperar até que o processo histórico de desvalorização da especialização do trabalhador exerça efeito a longo prazo, e a relativa escala de salário cai ao nível esperado, desde que a única alternativa para ela é, em muitos casos, uma luta amarga com o sindicato...” pág. 176


“... a revelação pública dos novos dispositivos é acompanhada de autocongratulações e frases filantrópicas sobre o alívio da fadiga do trabalhador, a facilidade com que são realizadas tarefas laboriosas etc. Poucos escrevem tão claramente sobre o modo como as funções são distribuídas e o efeito que isto está exercendo no mundo do trabalho como o fez Thilliez, engenheiro qu introduziu o controle numérico nas fábricas da Renault, em seu livro técnico de 1967, La Commande Numérique dês Machinesi...” pág. 177


“... Esta separação de ‘trabalho intelectual de trabalho de execução’ é, de fato, uma ‘condição técnica’ mais bem adaptada a uma organização hierárquica, mais adaptada ao controle tanto da mão como do cérebro que trabalha, mais apropriada à lucratividade, mais adaptada a tudo, exceto às necessidades do povo...” pág. 177

“... Os mais avançados métodos da ciência e do cálculo racional nas mãos de um sistema social que é antagônico às necessidades humanas nada mais produz que irracionalidade; quanto mais avançada a ciências e quanto mais racionais os cálculos, mais veloz e calamitosamente esta irracionalidade é engendrada...” pág. 178



“... Cada avanço na produtividade reduz o número dos trabalhadores realmente produtivos, amplia o número dos trabalhadores que ficam disponíveis paras serem utilizados nas lutas entre empresas pela distribuição do excedente, aumenta a utilização do trabalho em empregos ociosos ou nenhum emprego, e dá a toda sociedade a forma de uma pirâmide invertida e que repousa em uma base cada vez menor de trabalho útil...” pág. 179


“... ferramentas manuais elétricas: o nível mais baixo de mecanização pág. 180


“... a eliminação progressiva das funções de controle pelo trabalhador, tanto quanto possível, e a transferência desse controle para um dispositivo que é controlado também tanto quanto possível pela gerência externa ao processo imediato...” pág. 183


“... todo tipo de produção capitalista, na medida em que não é apenas um processo de trabalho, mas também um processo de criar mais-valia, tem isto em comum, que não é o operário que emprega os instrumentos de trabalho, mas os instrumentos de trabalho é que empregam o operário. Mas é apenas no sistema fabril que esta inversão pela primeira vez adquire realidade técnica e palpável. Pro meio de sua conversão num autômato, o instrumento de trabalho faz frente ao trabalhador., durante o processo de trabalho, na forma de capital, de trabalho morto, que domina e drena força de trabalho viva...”
Nota de rodapé pág. 196/197


“... A Teoria da automação dá esperança do desaparecimento total do trabalho desagradável, o reposicionamento dos trabalhadores levados da industria pelo progresso técnico a outras ocupações especializadas, e a transformação do homem no trabalho em uma espécie de demiurgo ou criador, fazendo e concebendo a maquina. Mas isto são abstrações de técnicos que a evolução concreta das sociedades capitalistas tem cruelmente contraditado desde o inicio deste século...” Notas de rodapé pág. 198


“... O ‘progresso’ do capitalismo parece apenas aprofundar o abismo entre o trabalhador e a máquina e subordinar o trabalhador cada vez mais resolutamente ao jugo da maquina...” pag. 199

19.2.02

Estes posts tirei do AnthropologicuS Blog
Só pra constar, pois é só blablabla



[10/9/2001 5:17:33 PM | Magno Rocha]
Agora estou no CPD, mei aguniado pois o Marconi soh volta daqui a um mes e a fita do ANTITRUST ficou na sala dele.

[10/9/2001 5:08:29 PM | Magno Rocha]
oi, como vaum meus amigos?

estaum todos muitissimo berm obrigado

estou aqui para lembrar a mim mesmo que estou fazendo icones para a CCV
nao me logo a algum tempo, por isso meu learning anda atrasado

assisti ao filme "antitrust", cujo titulo nacional eh "ameca virtual", e gostei muito. O filme relata uma trama muito complexa, CHEIA DE PERSONAGENS MISTERIOSOS e semelhancas com a realidade da industria de tecnologia de softwares americana.
No filme ninguem cita nenhum nome de personagens reais, mas o temperamento, as falas, a posicao economica pessoal e juridica dos persoonagens principais, nos levam a analogia inevitavel da Microsoft. Eh um filme muito intrigante cheio de suspence, muito bom, acho que vou assistir de novo. Soh tenho que pagar as tres diarias que estou devendo, pois antes de alugar esse, havia alugado no sabado, o "MonkeyBone", a parte mais engracada do filme eh quando por alguns instantes o personagem principal reencarna num outro corpo( ou seja, outro ator) que estava na sala da necropsia doando orgaos, esse eh realmente o climax do filme; um filme decepcionante, mas acho que eh devido ao ator que interpreta o personagem principal, que eh o mesmo do ultimo "Tarzan". O cara faz comedia porque deve ser o "queridinho-da-mamae", um Joao Kleber da vida. O cara insosso e sem graca. nan.

De sexta pra sabado aluguei os "102 Dalmatas", nao consegui assisti-lo pois dormi no meio do filme, soh sei que tem muita gritaria. Mas parece ser um filme legal.

[9/7/2001 3:47:31 PM | Magno Rocha]
viva aos independentes no dia da Independencia, da liberdade, da vontade de fazer o que quiser, de poder fazer o que bem entender
este é o dia dos vitoriosos, dos que não lutam mais pois venceram!
felizes os que lutam pela felicidade dos que venceram, pelo poder dos que podem
pela independencia dos independentes
Brasil...brasil...

[9/7/2001 3:41:18 PM | Magno Rocha]
emorrecer


Hoje eu já não sinto
O que outro dia me doía
Hoje é dia de alegria
Não sinto mais a agonia

Parece que está passando
O sentimento funesto
O amor inacabado
O forçado parentesco

Mais um dia vai passando
A noite em fim começa
O sono que não me chega
A vida que não cessa

E a tristeza vai chegando
As dúvidas vão invadindo
Esperança: peço um abraço
Sossego; estou pedindo

Alimentando a alma
Com imensa poesia
Imaginando que o futuro
É melhor que hoje em dia

Dia-a-dia a gente sabe
Como é belo o entardecer
Que representa a maturidade
E a noite o emorrecer

Nestes tristes pobres versos
Que há muito não os cito
Agradeço a todo o mundo
Ao céu, água e mito.



[9/7/2001 3:29:15 PM | Magno Rocha]
COMO É, FAZ TEMPO QUE NAUM APAREÇO MAS ESTOU ME SENTINDO MAIS A VONTADE AGORA.
ANDEI ATÉ ESCREVENDO UMAS POESIAS

[5/7/2001 4:07:35 AM | Magno Rocha]
OI, ACABEI DE C11/12/2001 1:59:56 PM | Magno Rocha]
Estou agora na proreitoria de graduacao e estao me precionando para fincar o pe aqui, no lugar de ir para o CPD, onde tenho accesso a outros recursos, eh uma pena pois podam minha criatividade desta forma.

Penso que trabalhar com informatica eh muito mais estimulante com multimidia de ultima geracao

[11/9/2001 9:54:50 AM | Magno Rocha]
visite o
carlos magno blog

[11/9/2001 9:38:22 AM | Magno Rocha]
Ontem saí mais cedo da proreitoria devido a necessidade de entregar um cd na COPHEL para plotar uns banner do trocas cidadãs, no caminho deparei com uma blitz que tive de desviar, pois como sabemos estou um pouco irregular quanto aos documentos que me roubaram no começo do ano, inclusive carteira de dinheiro, celular da andrea, toca fitas do carro e caixas de som, alem da barraca de camping e muitas outras coisas menores. Fico puto quando me lembro disso.

Mudando de assunto, o conceito de sub-emprego é muito vago mesmo. Ontem Andrea, minha esposa, recebeu seu celular barato, um motorola talk about de 120 reais e cartão, enquanto isso na casa do meu avô a empregada doméstica recebe seu star tac de 150 reais e linha fixa. Detalhe: o startac veio completo, 2 baterias, carregador, manual, suporte, nota fiscal, etc, enquanto o talk about da Andrea veio só o celular "véi" limpo e seco.

Enquanto na Europa, come-se ovo cozido para não sujar a panela ( o que seriam dois trabalhos: fazer a comida e lavar a louça), no Ceará, você tem empregadas domésticas (que por um mínimo salário, lava suas roupas, limpa a casa, varre a calçada, faz a comida, lava os pratos, etc), pode chamar o garçon do que quiser, ser grosso com ele e ainda ter razão.

É muito curioso as disparidades dos mundos onde existem universidade seculares dos mundos onde as universidade ainda vão completar um século!

[11/8/2001 9:22:44 AM | Magno Rocha]
BUM DIA

Estou agora no CPD mas com muita dificuldade, ontem passei a noite na casa da Simone, minha orientadora, o q me fez chegar em casa hoje de manhan, foi muito divwertido. Simone acabara de chegar da Espanha depois de um ano, e trouxe muitas historias, uma das mais curiosas foi seu passeio com Anthony Hophkins em Amsterdam.

Briguei com Andrea por causa de besteira,...



[11/6/2001 5:05:58 PM | Magno Rocha]
ueba, como vamos?

estou agora com meu trabalho concluido.

conheci uns blogs legais hoje de uns designer amazonenses
diz ai

[11/6/2001 3:15:41 PM | Magno Rocha]
Boa tarde, muito boa tarde, estou agora trabalhando no Centro de Processamento de Dados, conhecidamente CPD, editando alguns conteudos que vao para a HP e para o CD do Catalogo de Graduacao. T+

[11/5/2001 6:24:42 PM | Magno Rocha]
mais novidade em carlos magno
ou magno rocha


[11/5/2001 6:22:29 PM | Magno Rocha]
hoje náo fui a pro reitoria mas amanha é dia

kisses

[10/30/2001 2:27:44 PM | Magno Rocha]
o tempo passa o tempo voa


[10/30/2001 2:27:10 PM | Magno Rocha]
vou te dizer o que me alegra no trabalho competencia seriedade alto astral bom humor sinceridade e dinheiro

[10/30/2001 2:22:41 PM | Magno Rocha]
agora estou converando com a marcia

[10/30/2001 2:21:10 PM | Magno Rocha]
acabei de comer um sanduiche de frango pago pela pro reitora

[10/30/2001 2:09:26 PM | Magno Rocha]
Fui domingp assistir à mostra Le Parc no Dragão, "Luz e Movimento", muito intrigante. Luzes maquinicas interativas e definitivamente viajantes, cada instalação tem como característica sua capacidade hipnótica

[10/30/2001 2:06:29 PM | Magno Rocha]
estou ainda sem almoço e sem café, mas tudo bem. Estava até agora com a professora Elza trabalhando num documento para bolsa-sanduiche de doutorado em Ciencias Sociais, agora recebi uma folguinha.

Andrea me pediu para passar na r. Moacir Moraes onde sua tia mora para pegar o dinheiro da luz.

Erivan terminou sua dissertação de mestrado e fez uma pequena menção a mim, estou lisongeado, obrigado amigo.

[10/30/2001 2:03:12 PM | Magno Rocha]
oie

ueba

uma semana depois aqui estou eu. Teclando agora da CTP, do velho macauba.

assisti ontem o filme " A Partilha", um filme divertido e emocionante. Não faz muito o meu gosto mas a Andrea chorou e riu muito.É um filme muito humano, sem grandes sequencias externas e muito diálogo. Excelente qualidade técnica.



[10/23/2001 4:05:48 PM | Magno Rocha]
EST




OU MUITO FELIZ


AS 02H DA TARDE FIZ UM MINICURSO DE EDICAO DE VIDEO, MAS AINDA NAO ERA VIDEO PARA INTERNET. O QUE ME DEIXOU MUITO MOTIVADO FOI O FATO DE TRABALHAR COM UM IMAC, EH DEMAIS!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

[10/23/2001 3:57:47 PM | Magno Rocha]
AGORA, COMO ESTAVA DIZENDO FRANZ CAPRA SERIA UM OTIMO COMPANHEIRO NESTE EVENTO...

[10/23/2001 3:56:20 PM | Magno Rocha]
estou muito feliz em poder paricipar dessse festival de tecnologias, gostaria de ter trazido o Capras para ,


acabaram de me falar sobre sobre um tal de VISUAL CLASS, VAMOS VER O QUE EH...

[10/23/2001 3:52:46 PM | Magno Rocha]



HEGAR


CRISTAOS PRIMITIVOS NA ERA ESPACIAL

A VIDA SOCIAL NA IDADE DIGITAL

Pesquisa

Índice


Apresentação
Justificativa
Objetivos da Pesquisa
Objetivo Geral
Objetivo Específico
Revisão de Literatura
Metologia
Pesquisa Bibliográfica
Escolha dos Instrumentos de Trabalho
Características da População
Definição da Amostra
Análise dos Resultados
Cronograma de Realização
Bibliografia


Agora estou no CPD, mei aguniado pois o Marconi soh volta daqui a um mes e a fita do ANTITRUST ficou na sala dele.

[9/7/2001 3:47:31 PM | Magno Rocha]
viva aos independentes no dia da Independencia, da liberdade, da vontade de fazer o que quiser, de poder fazer o que bem entender
este é o dia dos vitoriosos, dos que não lutam mais pois venceram!
felizes os que lutam pela felicidade dos que venceram, pelo poder dos que podem
pela independencia dos independentes
Brasil...brasil...

[9/7/2001 3:41:18 PM | Magno Rocha]
emorrecer


Hoje eu já não sinto
O que outro dia me doía
Hoje é dia de alegria
Não sinto mais a agonia

Parece que está passando
O sentimento funesto
O amor inacabado
O forçado parentesco

Mais um dia vai passando
A noite em fim começa
O sono que não me chega
A vida que não cessa

E a tristeza vai chegando
As dúvidas vão invadindo
Esperança: peço um abraço
Sossego; estou pedindo

Alimentando a alma
Com imensa poesia
Imaginando que o futuro
É melhor que hoje em dia

Dia-a-dia a gente sabe
Como é belo o entardecer
Que representa a maturidade
E a noite o emorrecer

Nestes tristes pobres versos
Que há muito não os cito
Agradeço a todo o mundo
Ao céu, água e mito.


001 3:29:15 PM | Magno Rocha]
COMO É, FAZ TEMPO QUE NAUM APAREÇO MAS ESTOU ME SENTINDO MAIS A VONTADE AGORA.
ANDEI ATÉ ESCREVENDO UMAS POESIAS

[5/7/2001 4:07:35 AM | Magno Rocha]
OI, ACABEI DE CHEGAR
assisti ontem o filme " A Partilha", um filme divertido e emocionante. Não faz muito o meu gosto mas a Andrea chorou e riu muito.É um filme muito humano, sem grandes sequencias externas e muito diálogo. Excelente qualidade técnica.

18.2.02

O poder da identidade


A era da informação: economia, sociedade e cultura.

Volume 2

Manuel Castells

“... A identidade legitimadora dá origem a uma sociedade civil...” pág. 24.

“... exceto para a elite que ocupa o espaço atemporal de fluxos de redes globais e seus locais subsidiários, o planejamento reflexivo da vida torna-se impossível...” pág. 27.

“... Islã em árabe significa submissão, e em muçulmano é alguém que se submeteu à vontade de Alá...” pág. 30.

“... Como aponta Barssam Tibi, ‘o princípio da subjetividade de Harbermans é uma heresia para os fundamentalistas islâmicos’...” pág. 32.

“... São todas as ideologias fracassadas provenientes da ordem pós-colonial. (...) A revolução branca do xá, iniciada em 1963, foi uma das mais ambiciosas tentativas de modernizar a economia e a sociedade do país (...) foram minadas as estruturas básicas da sociedade tradicional, desde a agricultura até o calendário...” pág 33.

“... As raízes sociais do fundamentalismo radical parecem resultar da combinação entre a modernização bem-sucedida, conduzida pelo Estado nos anos 50 e 60, e fracasso da modernização econômica na maioria dos países mulçumanos durante os anos 70 e 80, uma vez que suas economias não conseguiram se adaptar às novas condições impostas pela concorrência global e a revolução tecnológica no período...” pág. 35.

“..A construção da identidade fundamentalista (Fundamentalismo cristão norte-americano) parece ser uma tentativa de reafirmação do controle sobre a vida e sobre o país, uma relação direta ao processo desenfreado de globalização que se faz cada vez mais presente na economia e na mídia.
Entretanto, provavelmente a causa mais importante do fundamentalismo cristão dos anos 80 e 90, é a reação contra o desafio ao patriarcalismo, fruto das revoltas da década de 60, e expresso pelos movimentos feminista, das lésbicas e dos gays...” pág. 43.

“... Via de regra, uma cultura não é o que as pessoas compartilham, mas sim algo pelo qual resolvem lutar...” (citando Eley e Suny) pág. 45.

“... um dos mais poderosos Estados da história da humanidade não conseguiu, mesmo depois de 74 anos, criar uma identidade nacional. (...) a experiência soviética desmente a teoria segundo a qual o Estado é capaz de construir identidade nacional por si próprio...” pág. 56

“... a infra-estrutura compartilhada, desde a rede elétrica ate os serviços de água e esgoto, tornam a desarticulação dos territórios da extinta U.R.S.S. muito dispendiosa, fazendo da cooperação um instrumento decisivo para o desenvolvimento...” pág. 59

“... É bem provável que nações desprovidas de Estados organizem-se em torno de comunidades lingüística...” pág. 66.

“... definirei nações (...) como comunidades culturais construídas nas mentes e memória coletiva das pessoas por maio de uma história e de projetos políticos compartilhados...” pág. 69.

“... a língua, principalmente uma língua plenamente bem desenvolvida, constitui um atributo fundamental de auto-reconhecimento, bem como de estabelecimento de uma fronteira nacional invisível em moldes menos arbitrários que os da territorialidade, e menos exclusivos que os da etnia...” pág. 70.

“... Sua identidade foi constituída a partir de um povo seqüestrado e escravizado, sob o controle da sociedade mais livre da época...” pág. 75 (sobre os negros nos Estados Unidos)

“... as pessoas resistem ao processo de individualização e atomização, tendendo a agrupar-se em organizações comunitárias que, ao longo do tempo, geram um sentimento de pertença e, em última análise, em muitos casos, uma identidade cultural, comunal...” pág. 79.

“... os indivíduos necessitam do apoio de grupos que carreguem consigo uma tradição moral capaz de reforçar suas próprias aspirações...” pág. 84 (citando Robert Bellah).

“... A constituição dessas comunas culturais (etnias) não é arbitrária, mas depende da forma de trabalhar a matéria-prima fornecida pela história, geografia, língua e ambiente. (...) Quando o mundo se torna grande demais para ser controlado, os atores sociais passam a ter como objetivo fazê-lo retornar ao tamanho compatível com que podem conceber. Quando as redes dissolvem o tempo e o espaço, as pessoas se agarram a espaços físicos, recorrendo à sua memória histórica...” pág. 85.

“... Devido ao fato de que os novos processos de dominação aos quais as pessoas reagem estão embutidos nos fluxos de informação, a construção da autonomia tem de se fundamentar nos fluxos reversos da informação. Deus, a nação, a família e a comunidade forneceram códigos eternos, inquebrantáveis, em torno dos quais uma contra-ofensiva será lançada contra a cultura da realidade virtual. A verdade eterna não pode ser virtualizada...” pág. 85.


“... Em vez de um ‘Grande Irmão’ opressor, tem-se uma série de ‘ irmãzinhas’ que procuram ser simpáticas , estabelecendo uma relação pessoal conosco por saberem quem somos e invadindo nossas vidas sob os mais variados aspectos...” pág. 305.

17.2.02

Bibliografia básica,

Aqui vai uma parte de minha bibliografia.

É boa ou não é?!!




AUTORES E SUAS OBRAS

01. A SOCIEDADE EM REDE
Traduzido do original: The rise of the network society

Castells, Manuel, 1942 –.A sociedade em rede / Manuel Castells/ tradução; Roneide Venâncio Majer. (A era da informação: economia, sociedade e cultura, v. Um). São Paulo: Paz e Terra, 1999.

02. COMUNICAÇÃO NA ERA ESPACIAL
Original da UNESCO, 1968.

Conferências promovidas pela UNESCO / O papel dos satélites artificiais na comunicação. Fundação Getulio Vargas, 1969.

03. OS MEIOS DE COMUNICAÇÃO COMO EXTENSÃO DO HOMEM
Título original: UNDERSTANDING MIDIA: The Extensions of Man.
Copyright 1964 by

McLuhan, Marshall. Os meios de comunicação como extensão do homem; Traduzido por Décio Pignatari. 20a. Ed. Editora Cultrix,1995.

04. A GALÁXIA DE GUTEMBERG

Macluhan, Marshall, 1911 –. A galáxia de Gutemberg; a formação do homem tipográfico; tradução Leônidas Gontijo de Carvalho e Anísio Teixeira. São Paulo, ed. Nacional, Editora da USP, 1972.

05. AS SITUAÇÕES DAS CIÊNCIAS DO HOMEM NO SISTEMA DAS CIÊNCIAS
Título original: Tendances principales de la recherche dans les sciences sociales et et humaines, part 1: sciences sciales – la sitution des sciences de l’homme dans le sisteme des science. 1970.

Piaget, Jean. A situação das ciências do homem no sistema das ciências; volume 1; tradução de Isabel Cardigos dos Reis. Lisboa, Livraria Bertand, 1970


06. A TEIA DA VIDA
Título original: the web of life: a new scientific understanding of living systems,1996

Capra, Fritjof. A teia da vida: uma nova compreensão dos sistemas vivos; tradução de Newton Roberval Eichemberg. São Paulo, Ed. Cultrix, 1999.





07. CAOSMOSE

Guattari, Félix, 1930-1992. Caosmose: um novo paradigma estético; tradução de Ana Lúcia de Oliveira e Lúcia Cláudia Leão. São Paulo, Ed. 34, 1992 (Coleção TRANS).

08. JESUS VIVEU NA ÍNDIA
Título original: Jesus lived in India, 1983

Kersten, Holger. Jesus viveu na Índia: a desconhecida história de Jesus antes e depois da crucificação; tradução de Cecília Casas. São Paulo, Best Seller, 1988.



09. A VIDA DIGITAL
Título original: Being digital

Negroponte, Nicholas. A vida digital; tradução Ségio Tellaroli; supervisão técnica Ricardo Rangel. São Paulo, Companhia das Letras, 1995.


10. O PODEROSO MICRO
Título original: The Mighty Micro, 1979


Evans, Christopher. O poderoso micro: a revolução do computador; tradução de Raul de Sá Barbosa; revisão técnica de Thomaz Edison Goulart do Amarante. Rio de Janeiro, Ed. FORENSE-UNIVERSITÁRIA, 1983.

11. A ESTRADA DO FUTURO
Título original: The road ahead, 1995.

Gates, Bill. A Estrada do futuro; tradução de Beth Vieira... et al.; supervisão técnica de Ricardo Rangel. São Paulo: Companhia das Letras, 1995.


12. O JOGO DO BICHO

Soares, Simone Simões Ferreira. O jogo do bicho: a saga de um fato brasileiro. Rio de Janeiro: Ed. Bertrand Brasil, 1993.








13. O POVO BRASILEIRO

Ribeiro, Darcy, 1922-1997. O povo brasileiro: evolução e sentido do Brasil. São Paulo: Companhia das Letras, 1995.


14. CIBERNÉTICA E FILOSOFIA
Título original alemão: Kybernetik und Philosophie, da Duncker & Humblot, Berlim, 1966.

Frank, Helmar G. Cibernética e filosofia; tradução de Celeste Aída Galeão. Rio de Janeiro, Ed. Tempo Brasileiro, 1970.

15. CIBERNÉTICA ( OU CONTROLE E COMUNICAÇÃO NO ANIMAL E NA MÁQUINA )
Título original: Cybernetics.

Wiener, Norbert, 1894-1963. Cibernética; ou, Controle e comunicação no animal e na máquina; traduzido por Gita K. Ghinzberg. São Paulo, Polígono e USP, 1970.

16. A MODERNIDADE E OS MODERNOS
Originais alemães: Argument, n° 46, Argument – verlag, 1967 e Scriften, 1955.

Benjamin, Walter. A modernidade e os modernos; traduzido por Heindrun Krieger Mendes da Silva, Arlete de Brito e Tânia Jatobá. Rio de Janeiro, Edições Tempo Brasileiro, 1975.




17. O MUNDO ASSOMBRADO PELOS DEMÔNIOS
Título original: the demon-haunted world, 1995

Sagan, Carl, 1934-1997. O mundo assombrado pelos demônios: a ciência vista como uma vela no escuro; tradução Rosaura Eichemberg. São Paulo, Companhia das Letras, 1996.


18. O COMPUTADOR EM SALA DE AULA: ARTICULANDO SABERES

Freire, Fernanda Maria Pereira. O computador em sala de aula: articulando saberes. Campinas, SP, UNICAMP/NIED, 2000.






19. CULTURA DE MASSAS NO SÉCULO XX; V. 1; NEUROSE!
Título original: L’espirit du Temps.

Morin, Edgar. Cultura de massas no século XX: neurose; tradução de Maura Ribeiro Sandinha. Rio de Janeiro, Forense Universitária, 1997.

20. A SOCIEDADE EM REDE
Título original: The rise of the network society

Castells, Manuel, 1942-. A sociedade em rede; (A era da informação: economia, sociedade e cultura, v.1); tradução de Roneide Venâncio Majer. São Paulo, Paz e Terra, 1999.




21. O PODER DA IDENTIDADE
Título original: The power of identify, 1996

Castells, Manuel, 1942. O poder da identidade; (A era da informação: economia, sociedade e cultura, v.2); tradução de Klaus Brandini Gerhardt. São Paulo, Paz e Terra, 1999.

22. ANTONIN ARTAUD

Lins, Daniel. Antonin Artaud: o artesão do corpo sem órgãos. Rio de Janeiro: relume Dumará, 1999. (Conexões: 2).


23. O PRÍNCIPE
Título original: Il Príncipe, 1513.

Machiavelli, Nicoló, 1469-1527. O Príncipe; tradução Maria Júlia Goldwasser. São Paulo: Martins fontes, 1993. (Coleção Clássicos).


24. O QUE É SEMIÓTICA

Santaella, Lúcia. O que é semiótica. São Paulo: Brasiliense, 1983. (Coleção Primeiros Passos: 103).

25. O QUE É CIBERNÉTICA

Bennaton, Jocelyn. O que é cibernética. São Paulo: Brasiliense, 1984. (Coleção Primeiros Passos: 129).





26. O QUE É REALIDADE

Júnior, João-Francisco Duarte. O que é realidade. São Paulo: Brasiliense, 1984. (Coleção Primeiros Passos: 115).

27. PEDAGOGIA DA AUTONOMIA

Freire, Paulo. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. São Paulo: Paz e Terra, 1986. (Coleção Leitura: 103).


28. BRASIL: LABORATORIO RACIAL

Maia, Newton Freire-. Brasil: laboratório racial. Petrópoles, RJ: Ed. Vozes, 1973. (Coleção Cosmovisão: 4).


29. O QUE É FOTOGRAFIA

Kubrusly, Cláudio A. O que é fotografia. São Paulo: Brasiliense, 1983. (Coleção Primeiros Passos: 82).

30. ALBERTO SANTOS DUMONT

Senna, Orlando. Alberto Santos Dumont. São Paulo: Brasiliense, 1984. (Coleção Encanto Radical: 52).

31. A INTERPRETAÇÃO DAS CULTURAS

Geertz, Clifford. A interpretação das culturas. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 1989.

32. CONFISSÕES

Ribeiro, Darcy, 1922-1997. Confissões.São Paulo: Companhia das Letras, 1997.

33. AS IDÉIAS DE MCLUHAN
Título original: Mcluhan, 1971.

Miller, Jonathan. As idéias de McLuhan; tradução de Octanny Silveira da Mota e Leônidas Hegenberg. São Paulo: Cultrix, Ed. da USP, 1973.






34. CIÊNCIA COM CONSCIÊNCIA
Título original: Science avec Conscience, 1982.

Morin, Edgar. Ciência com Consciência; tradução de Maria D. Alexandre e Maria Alice Sampaio Dória. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 1998.

35. PESQUISA EM CIÊNCIAS SOCIAIS

Gondim. Linda Maria de Pontes (org.). Pesquisa em Ciências Sociais: o projeto da dissertação de mestrado. Fortaleza, CE: Edições UFC, 1999.



36. ANTROPOLOGIA VISUAL: A FOTOGRAFIA COMO MÉTODO DE PESQUISA

Título original: Visual Anthropology, photograph as a research method, 1967.

Collier, Jonh. Antropologia Visual: a fotografia com método de pesquisa; tradução de Iara Ferraz e Solange Martins Couceiro. São Paulo, EPU, Ed. da USP, 1973.

37. HOMO SOCIOLOGICUS
Do original alemão: Homo Sociologicus: versuch zur geschichte, bedeutung und kritik der katergorie der zozialen rolle, 1967.

Dahrendorf, Ralf. Homosociologicus: ensaio sobre a história, o significado e a crítica da categoria de papel social; tradução de Manfredo Berger. Rio de Janeiro: edições Tempo Brasileiro, 1969.

38. O PONTO DE MUTAÇÃO
Título original: The turning point, 1982.

Capra, Fritjof. O Ponto de Mutação; tradução Álvaro Cabral. São Paulo, Cultrix, 1993.

39. MACHO E FÊMEA
Título original inglês: Male e Female,1946

Mead, Margaret. Macho e fêmea: Um estudo dos sexos num mundo em transformação; tradução de Margarida Maria Moura. Petrópolis, RJ: Editora Vozes, 1971.








40. O QUE É O VIRTUAL?

Título original francês: Qu’est-ce que lê virtuel?, 1995.

Lévy, Pierre. O que é o virtual?; tradução Paulo Neves. São Paulo: Ed. 34, 1996.


41. OS ESTÁGIOS DA EVOLUÇÃO HUMANA
Título original: The stages of human evolucion: human and culture origina, 1967.


Brace, C. Loring. Os estágios da evolução humana. Rio de Janeiro: Zahar editores, 1979

42. O QUE É INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL

Teixeira, Joçao de Fernandes. O que pe inteligência artificial. São Paulo: Brasiliense, 1990. (Coleção Primeiros Passos, 230).

43. HOMO LUDENS
Título original alemão: Homo Ludens: vom unprung der kultur im spiel

Huizinga, Johan. Homo Ludens: o jogo como elemento da cultura; tradução João Paulo Monteiro; revisão Mary Amazonas Leite de Barro. São Paulo: Ed. Perspectiva, 1997.

44. BRUXARIA, ORÁCULOS E MAGIA ENTRE OS AZANDE.

Título original: Witchcraft. Oracles and magic among the Azande, 1951.

Printchard, E.E. Evans-. Brauxaria, oráculos magia entre os Azande; tradução Eduardo Batalha Viveiros de Castro. Rio de Janeiro: Zahar Editores, 1978.

45. O MÉTODO CIENTÍFICO

Galliano, A. Guilherme (org.). O método científico: teoria e prática. São Paulo: Ed. Harbra, 1986.

46. FUNDAMENTOS DA METODOLOGIA CIENTÍFICA

Lakatos, Eva Maria. Fundamentos da metodologia científica. São Paulo: Atlas, 1991.

15.2.02

Simultaneidade


O senso comum não mostra grandes interesses pelo que é complexo, e no que se relaciona às tecnologias da inteligência, ele se contenta com o que está pronto, com respostas simplórias. Prefere o erro à dúvida. Isso é útil quando o conformismo é a única saída para uma sobrevivência suportável.
Nossa cultura revela-se bem acostumada com esta posição, principalmente quando nos lembramos das práticas de peculato, protecionismo e paternalismo, instituições nacionais. Essa característica de nossa cultura se manifesta também quando tratamos de tecnologias possíveis num futuro ainda imediato.
Contatei isso todas às vezes que tentava explicitar para alguém o conteúdo do meu trabalho de pesquisa. Quando citava as vantagens de uma futura internet onipresente, móvel, acessível através de pequenos equipamentos eletrônicos como o telefone celular, o relógio, a agenda eletrônica, o rádio de pilha que guarda Mp3(um formato digital de compactação de músicas), a máquina fotografia, a caneta marca-texto, etc, a reações eram basicamente as mesmas, as argumentações semelhantes: “Por que não estuda um fato social mais acessível, uma coisa mais palpável?”.
Tive que relevar todas essas argumentações e refuta-las como opiniões plausíveis, pois o que verifiquei foi exatamente esse aspecto social de conformista e imediatista de nossa sociedade. Estes fatos não me surpreenderam, pois vivemos na era do audiovisual, onde tudo acontece simultaneamente – “tudo junto ao mesmo tempo agora...” – como diz uma música da década de 1990 da banda Titãs.
Mas é exatamente na obviedade de seu discurso que o senso comum se perde, e fica para a ciência a função de transformar o que é ilusório numa realidade clara.
Duas noções do senso comuns que vou conceituar sob outras óticas são, a noção de “cristãos primitivos” e a noção de “era espacial”. Por “cristãos primitivos”, o senso comum nos remete a uma imagem construída a partir de pressuposições religiosas incutidas na nossa educação e através dos Livros Sagrados. Por “Era Espacial”, o senso comum nos lança uma idéia bastante estereotipada, mas este com a ajuda de uma formação educativa capenga e ajudada pela mídia e obras de ficção científica.
Simultaneidade


O senso comum não mostra grandes interesses pelo que é complexo, e no que se relaciona às tecnologias da inteligência, ele se contenta com o que está pronto, com respostas simplórias. Prefere o erro à dúvida. Isso é útil quando o conformismo é a única saída para uma sobrevivência suportável.
Nossa cultura revela-se bem acostumada com esta posição, principalmente quando nos lembramos das práticas de peculato, protecionismo e paternalismo, instituições nacionais. Essa característica de nossa cultura se manifesta também quando tratamos de tecnologias possíveis num futuro ainda imediato.
Contatei isso todas às vezes que tentava explicitar para alguém o conteúdo do meu trabalho de pesquisa. Quando citava as vantagens de uma futura internet onipresente, móvel, acessível através de pequenos equipamentos eletrônicos como o telefone celular, o relógio, a agenda eletrônica, o rádio de pilha que guarda Mp3(um formato digital de compactação de músicas), a máquina fotografia, a caneta marca-texto, etc, a reações eram basicamente as mesmas, as argumentações semelhantes: “Por que não estuda um fato social mais acessível, uma coisa mais palpável?”.
Tive que relevar todas essas argumentações e refuta-las como opiniões plausíveis, pois o que verifiquei foi exatamente esse aspecto social de conformista e imediatista de nossa sociedade. Estes fatos não me surpreenderam, pois vivemos na era do audiovisual, onde tudo acontece simultaneamente – “tudo junto ao mesmo tempo agora...” – como diz uma música da década de 1990 da banda Titãs.
Mas é exatamente na obviedade de seu discurso que o senso comum se perde, e fica para a ciência a função de transformar o que é ilusório numa realidade clara.
Duas noções do senso comuns que vou conceituar sob outras óticas são, a noção de “cristãos primitivos” e a noção de “era espacial”. Por “cristãos primitivos”, o senso comum nos remete a uma imagem construída a partir de pressuposições religiosas incutidas na nossa educação e através dos Livros Sagrados. Por “Era Espacial”, o senso comum nos lança uma idéia bastante estereotipada, mas este com a ajuda de uma formação educativa capenga e ajudada pela mídia e obras de ficção científica.

13.2.02

Espaço de fluxos


Como este espaço bloguístico, as coisas fluem...
No que por espaço uma pequena mudança deve ocorrer. De forma que espaço de fluxos não há espaço par alugares, não existem cantos, mas nós e fluidos. Os velhos conceitos de horizontalidade e verticalidade perdem aqui seus parâmetros para dquirir conceitos de densidade, profundidade, freqüência e direcionalidade.
A velha máxima ”Potencia sem controle não é nada”, utilizada em mídia por propaganda de pneus, é bem mais atual do que se pensa, chega a ser futurista em certo sentido.
A teoria do controle em cibernética nos dá sem maiores complicações os objetivos práticos dos movimentos e a necessidade praticca da informação.
O espaço de fluxos trata exatamente de um lugar não espacial, localizado na interação da intensidade de informações e controle dos mecanismos, sejam biológicos ou mecânicos.
A complexidade caótica contemporânea são ainda direcionados cuidadosamente numa híper-complexificação heterogênea tornando o conceito estético pós-moderno a maior aproximação conceitual possível de representações da rede de espaços de fluxos. É no vazio de forma inexistentes que reside o espaço de fluxos, que existe objetivamente.
Estamos tão preparados para enfrentar a inundação de conceitos vindos através do radio e da televisão, quanto um nativ de uma tribo ágrafa esta para a escrita.
“...Nós nos transformamos naquilo que contemplamos...”
Novidade no AnthropologicuS

verifique

4.1.02



Fênix ressurge das cinzas


Um mito grego conta que a cada 576 anos uma ave chamada Fênix, representante de toda força vital do Universo, torna-se tão poderosa que seu corpo não conseguindo mais conter seu poder se autodestrói em chamas até as cinzas. Então das cinzas ressurge uma nova Fênix, muito mais fabulosa e completamente nova. Historicamente observa-se que mais ou menos neste mesmo intervalo de tempo a humanidade se depara com alguma descoberta ou acontecimento que faz rever todos os conceitos, comportamentos, crenças, enfim, analise profunda nas sociedades, deixando como resultado um aprimoramento que vai separar a historia em dois momentos: Como era antes e como vai ser a partir de agora.
Analisando os dados históricos dos últimos dois mil anos, observamos esse fenômeno. Por volta do ano zero verificamos declínio da cultura da cultura grega e a ascensão do cristianismo, cerca de 500 anos depois o estabelecimento do Império romano e a influencia do catolicismo. No ano mil vemos o queda do Império muçulmano (otomano) e em 1500 a descoberta do Novo Mundo, as Américas. O ano 2000 vem com a descoberta do espaço sideral como uma ambiente habitável ( No ano 2001 um atentado terrorista destrói o maior símbolo do poder do econômico). O que nos trata o ano 2500?
Ultrapassamos a velocidade do som, comunicamo-nos quase que telepaticamente a qualquer distancia, guardamos e ampliamos em qualquer som e/ou imagem.
Estamos acostumados a operar maquinas todos os dias, do amanhece ao dormir, sem percebermos transformaram-nos em cibórgues, em maquinas humanas, ou numa humanidade maquínica. A interface máquina é na vida do homem contemporâneo indispensável. Agora mesmo, não estaria escrevendo não fosse o meio elétrico gerado graças a interfaces exteriores ao meu lar, possível devido a inventividade humana.



alfarrabio